Como conhecer as cachoeiras de El Chiflón em Chiapas – México

Depois que saímos de Puebla, decidimos passar uns dias no estado de Chiapas, no sul do México, pois tenho uma amiga que está vivendo por lá, na cidade de Comitán de Dominguez, a apenas 1 hora da fronteira com a Guatemala.

Passaríamos só 3 dias na cidade (no final das contas, acabamos mudando de planos e passamos um dia a mais), e, como eu estava trabalhando durante esse tempo, não sobraria muito para “brincar de turismo”. Escolhemos fazer um passeio pelo centro, estar mais tempo com os amigos e reservamos um dia para visitar as cascatas de El Chiflón.

Saindo do Blvd. Sur Belisario Dominguez, pegamos uma van com destino a El Chiflón próximo do número 96, onde minha amiga tem a livraria mais fofa e alternativa da cidade ♥. A van é como um sistema de ônibus interurbano por lá e nos levou até o pórtico do parque por apenas 14 pesos mexicanos (cerca de R$ 3,50).

Como conhecer as cachoeiras de El Chiflón em Chiapas, México

Dali, era preciso caminhar um pouco até a entrada do parque. Eu calculo que a distância seja de mais ou menos um quilômetro, mas é possível pegar um mototáxi para cobrir essa parte do caminho se você tiver coragem. Na entrada do parque se paga o valor de 30 pesos mexicanos (cerca de R$ 7,50) pela visita, que são usados para manutenção do local.

∴ Reserve sua hospedagem em Comitán de Domínguez ∴

Todo o parque é gerido por uma sociedade formada por cerca de 30 proprietários de terras e suas famílias, associados da Organización Proletaria Emiliano Zapata-Organización Nacional del Poder Popular (OPEZ-ONPP), que buscam manter o local com base no trabalho de comunidade. É por isso que a entrada tem um precinho tão camarada. 🙂

Cascatas de El Chiflón em Chiapas, México

Ao todo, o parque conta com cinco cachoeiras: El Suspiro, Ala de Ángel, Velo de Novia, Arco iris e Quinceañera – mas já tinham me dado a dica de que não valia muito a pena conhecer as duas últimas, então nem perdemos tempo, já que a caminhada é beeeem cansativa.

O lado negativo é que, quando pensamos em cachoeiras, sempre imaginamos aquela coisa meio revista de turismo, em que é possível se banhar nas águas que caem, né? Aqui não funciona bem assim… Tanto a cascata El Suspiro quanto a Ala de Ángel contam com uma prainha pequena, mas há avisos de que é proibido nadar na área (vale colocar os pezinhos na água, pelo menos).

Cachoeira de El Chiflón em Chiapas, no México

Uma das cachoeiras em El Chiflón, no México

Já no caso da Velo de Novia, que é gigantesca e muito linda, não é possível nem chegar tão perto – ou seja, não tem prainha 🙁 – provavelmente porque a força da água é muito grande e poderiam haver acidentes. Mesmo assim, há um mirador que permite ver mais de perto a água da cachoeira, que respinga mesmo à distância. Fora isso, tem uma área no parque que é destinada ao banho, para quem faz questão de dar um mergulho.

Além das cascatas, que são o destaque do lugar, há também um pequeno museu, uma área para observação de iguanas em seu habitat natural (tem várias!) e muitas barraquinhas de venda de artesanato, sucos e lanches para comer por lá. Diferentemente de outros espaços turísticos, os preços no local são bastante compatíveis com os de outras áreas da cidade, então não é preciso ficar levando nada de casa. 😛

Há ainda uma tirolesa para crianças (70 metros) e outra para adultos (400 metros) e também cabanas e camping para quem prefere passar a noite no local. O restaurante que fica logo na saída da área das cachoeiras se chama El Paraíso e também oferece uma ótima comida local com bons preços. Testado e aprovado. 😀

Nota: os valores apresentados e a conversão mostrada são referentes ao mês de janeiro de 2016 e podem sofrer alterações a qualquer momento. 


Planeje sua viagem

Os links abaixo pertencem a parceiros comerciais do blog e foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

✈️ Viaje com a Latam

🏨 Reserve seu hotel com o Booking

🚗 Alugue um carro com a Rentcars

💉 Faça o seguro viagem com a Seguros Promo ⇒ use o código NOMADE5 e ganhe 5% de desconto


⇒ O que fazer em Comitán de Domínguez, no México

⇒ Roteiro de viagem pelo México com estimativa de gastos

⇒ Viajando pelo México: qual meio de transporte escolher para cada trajeto

⇒ O que fazer em San Cristóbal de Las Casas

⇒ Seguro viagem internacional: é seguro viajar sem um?

Depois de me formar em comunicação, passei um tempo morando na Argentina, Irlanda e na Romênia. Foi morando cada vez menos que esqueci o significado da palavra e hoje mantenho a capital gaúcha como sede dessa vida quase nômade.

Queremos ouvir seu comentário!

1 comment

  1. Pingback: O que fazer em Comitán de Domínguez – Quase Nômade