Fachada do Masp - um dos principais museus em SP

Arte: museus em SP têm visitação gratuita uma vez por semana

Para quem vem de Porto Alegre, é uma coisa bem louca pagar para entrar em museus. Pode parecer estranho, mas aqui todos os museus de arte são gratuitos – se não me engano, é uma lei que determina isso. Acontece que por muito tempo na vida eu achei que essa era a regra geral da humanidade, até descobrir que visitar um museu pode custar bem caro em outras cidades. A boa notícia é que os museus em SP também podem ser visitados sem gastar um centavo – desde que você escolha o dia certo para isso! 😉

Sim, alguém se deu conta que arte deve ser acessível e resolveu criar um dia gratuito para visitar os museus em SP. Com isso, nós aproveitamos para conhecer dois dos principais museus da cidade sem gastar nadica de nada: o Masp e a Pinacoteca. Abaixo, contamos sobre as exposições que estão rolando em cada um dos espaços. ⤵️️

Museu de Arte de São Paulo (Masp)

Reserva a terça-feira para ir no Masp! A entrada para o museu é grátis nesse dia para alegria do povo ligado em arte e sem dinheiro no bolso. Com tem três andares de espaços expositivos, geralmente cada um abriga uma mostra diferente. Quando fomos lá, nosso destaque ficou para a exposição com obras do Agostinho Batista de Freitas, um artista autodidata descoberto justamente pelo diretor-fundador do Masp, Pietro Maria Bardi.

Obras de Agostinho Batista de Freitas expostas no Masp

Na época que o conheceu, o artista pintava quadros no centro de São Paulo. Segundo o panfletinho da exposição, a ideia é “questionar os conceitos de arte erudita e popular, dedicando mostras a artistas autodidatas, frequentemente de origem humilde ou reclusos, operando fora dos circuitos tradicionais do sistema da arte.”. Tudo a ver com a obra do Agostinho!

Com 74 pinturas feitas por ele entre os anos 1950 e 1990, a exposição mostra a São Paulo do ponto de vista do artista. Tem muitas telas dedicadas ao próprio Masp, mas existe também o foco em mostrar a periferia da cidade, bem como alguns elementos que já quase não se encontram mais, como procissões religiosas, pequenos circos e parques de diversões locais, que relembram uma cidade de interior.

Vista do mirante do Masp, em São Paulo

São Paulo vista do mirante do Masp 😉

A mostra fica no museu até 9 de abril de 2017 e o Masp fica aberto de terça a domingo, das 10h às 18h (bilheteria até 17h30) e na quinta até as 20h (bilheteria até 19h30). O acesso às exposições custa R$ 30, mas estudantes, professores e maiores de 60 anos pagam meia-entrada e menores de 10 anos não pagam. Nas terças-feiras, a entrada é gratuita! \o/ Confira aqui a programação completa do Masp.

Endereço: Avenida Paulista, 1578 – São Paulo

Pinacoteca de São Paulo

Sábado é dia de conhecer a Pinacoteca de São Paulo. Ela foi fundada lá em 1905, se tornando hoje o museu de arte mais antigo da cidade – e um dos mais queridos também! 💛 Quando estivemos por lá, o destaque era a mostra “No lugar mesmo: uma antologia de Ana Maria Tavares”, com mais de 160 obras da artista.

A exposição funciona como uma grande intervenção no edifício, que ganhou desde listras pretas nas paredes até imensos espelhos que cobrem a área do octógono em uma obra que já mostra a que veio na própria placa de apresentação. O aviso é de que a obra pode causar vertigens – insinuação que também está presente em diversos outros trabalhos da artista expostos no local, muitos deles interativos.

Pinacoteca é um dos museus em SP com entrada grátis no sábado

A mostra fica em cartaz até o dia 10 de abril e a visita é imperdível (vai por mim!). Aproveite para conferir também a programação completa do espaço, clicando aqui.

Por sinal, para quem está visitando a cidade pela primeira vez, a dica é combinar o passeio pela Pinacoteca com uma visitinha à Estação da Luz. Construída entre os anos de 1895 e 1901 para transportar café, ela fica localizada bem em frente ao museu e é uma lindeza só!

Obras de Ana Maria Tavares expostas no Masp

A Pinacoteca abre de quarta a segunda-feira, das 10h às 18h (entrada até 17h30). Os ingressos custam R$ 6 (inteira) e R$ 3 (estudantes), mas menores de 10 e maiores de 60 anos não pagam entrada. Aos sábados, a visitação é grátis para todo mundo! 🎉

Endereço: Praça da Luz, 2 – São Paulo

Planeje sua viagem

Reserve seu hotel com o Booking

Alugue um carro com a Rentcars

Compre seu seguro saúde com a Mondial ⇒ usando o código 2017AFL você ganha 15% de desconto

Este post contém links para parceiros comerciais do blog, que foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, nós ganhamos uma pequena porcentagem – e você não paga nada a mais por isso! 😉

Nota: os valores apresentados são referentes ao mês de fevereiro de 2017 e podem sofrer alterações a qualquer momento.

Depois de me formar em comunicação, passei um tempo morando na Argentina, Irlanda e na Romênia. Foi morando cada vez menos que esqueci o significado da palavra e hoje mantenho a capital gaúcha como sede dessa vida quase nômade.

Comenta aí, vai! :D

13 comments

    • Com certeza, né? Depois que a gente começa a viajar percebe que até mesmo pequenas certezas como essa podem estar erradas, imagina então quando pensamos sobre temas mais relevantes! 🙂

  1. Se tem uma coisa que eu gosto é de museus, e grátis mais ainda! O Masp e a pinacoteca são dois lugares incríveis que eu sempre que vou a São Paulo com mais tempo eu dou uma passadinha!

  2. Ótima dica! Moro em Londres e não concebo a idéia de ter que pagar para entrar em museu pois aqui a grande maioria é grátis!

  3. Juliana Moreti (turistando.in)

    Como eu adoraria que fosse lei museus serem gratuitos em todo canto!
    rs
    Posso adicionar mais outra dica?
    Perto da Pinacoteca, do outro lado da Tiradentes, se encontra o Museu de Arte Sacra. E’ um museu pequeno e bem legal e que também é gratuito aos sàbados!

    Há outros locais grátis, como por exemplo o CCBB no centro da cidade. Não é sempre, mas é bom dar uma olhada para ver se tem alguma mostra bacana! E pelo menos 1x ao ano tem!
    😉

    • Oi Juliana, que legal! Adorei saber disso! É sempre bom receber comentários como o seu, que complementam a informação com dicas extras. Infelizmente, não tive tempo de ir ao CCBB, mas também estava nos planos. Se tiver um post sobre lá, manda o link por aqui? 🙂

    • Juliana Moreti (turistando.in)

      Mari… eu sou a pior blogueira paulistana!
      hahahahahaha
      Escrevi muito pouco sobre minha própria cidade!
      Mas que pena! Fica para uma próxima!
      O CCBB é um prédio lindo! Mesmo se não tiver nada de interessante, vale a pena conhecer o prédio e tomar um cafezinho!
      Eu frequentemente vou lá aos domingos (moro no centro) e é uma delìcia! Não precisa ter medo. Mas se tiver, na galeria Zarvos, início da Consolação), parte uma van gratuita!

    • Hahaha. Normal, a gente sempre esquece de escrever sobre nossa própria cidade, né? 🙂

  4. Que legal. Não sabia desse dia de graça é muito menos que em Porto Alegre os museus são de graça. Que ótimo! Preciso visitar essas duas cidades.

  5. Ótima dica! Adoro o acervo do MASP e visito sempre que possível. Não conheço ainda a Pinacoteca, preciso muito porque pelas fotos, é linda demais!

  6. Mari, excelente dica! Ter dias de entrada gratuita em museus é uma das melhores formas de inclusão cultural e para quem viaja com o orçamento mais justo, de ter a oportunidade de conferir essas atrações também. Obrigada por compartilhar