A praia de Santo Antônio de Lisboa em Florianópolis é um pedacinho de Portugal no sul do Brasil

Gostinho da influência portuguesa misturado com a tranquilidade de uma vila de pescadores. Uma gastronomia que mistura frutos do mar e doces típicos portugueses. Por si só, essas são características que encantam quem visita a praia de Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis (SC), mas há muito mais o que descobrir enquanto caminha por suas ruas.

Nós aproveitamos o feriado de Páscoa para visitar Floripa e decidimos que passaríamos o final de semana inteiro em Santo Antônio, curtindo cada cantinho do bairro. Mesmo sendo pequeno, o lugar deixou na gente aquela vontade de voltar e, quem sabe, ficar ainda mais tempo desbravando tudo o que a praia tem a oferecer.

Como chegar em Santo Antônio de Lisboa

Em primeiro lugar, é importante saber que, apesar de ter um transporte público bem integrado, as distâncias entre praias em Florianópolis costumam ser grandes quando percorridas em ônibus e podem tornar a sua viagem bastante cansativa. Por isso, alugar um carro na cidade pode facilitar muito o transporte entre uma região e outra. Nesse caso, o próprio Google Maps (ou o GPS de sua preferência) podem ser os melhores guias entre o local em que você estiver hospedado e a praia de Santo Antônio de Lisboa.

Praia de Santo Antônio de Lisboa - Florianópolis - SC - Brasil

Não gosta de alugar carros enquanto viaja? Então é hora de se render ao transporte público! Santo Antônio fica a 15 quilômetros do centro de Florianópolis. Nós não fizemos o trajeto de ônibus, mas o app de transporte Moovit indica que os ônibus 1121 Ingleses/Santinho; 233 Tican-Titri via UFSC; 332 Tisan-Ticen via Beira-Mar; e 846 Cacupé passam por lá. Através do site do serviço, é possível calcular o itinerário de outras áreas de Floripa até o bairro.

Para quem estiver vindo de Porto Alegre, como foi o nosso caso, vale anotar também os valores dos pedágios no caminho: na ida, fomos pela estrada do mar e pagamos um total de R$ 23,30. Na volta, fizemos o caminho pela BR 101 e os pedágios saíram por R$ 9,50.

Por que visitar Santo Antônio de Lisboa

Porque é lindo! ♥

Rá, brinks! Não é SÓ por isso, embora seja mesmo lindo. Mas Santo Antônio de Lisboa tem um charme difícil de explicar. Talvez porque em alguns momentos o bairro parece uma isolada vila de pescadores perdida no tempo, enquanto em outros é possível experimentar uma ótima gastronomia em seus muitos bares e restaurantes. Tudo isso pertinho do centro de Floripa e de praias como Daniela, Jurerê e Sambaqui.

Por sinal, a caminhada de Santo Antônio a Sambaqui é muito gostosa de fazer. São apenas três quilômetros entre as duas praias que nós percorremos felizes (e com fome) em busca de um lugar para tomar café da manhã na rua. Não encontramos nada aberto e tivemos que esperar a hora em que os restaurantes abriam para o almoço (a maioria deles, pouco antes do meio-dia). Mesmo assim, a gente se encantou com um cenário que é pura paz no caminho. E, graças a essa pequena experiência desagradável, recomendamos seriamente comer algo antes de sair de casa/hotel/pousada/barraca de manhã. 😆

Casinha portuguesa entre Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui

É bom registrar também que a beira do mar não é daquelas em que o povo fica queimando no sol. Ao invés disso, é mais comum encontrar bares e restaurantes espalhados pela orla, onde é possível comer (e beber) algo enquanto vê o dia passar. Santo Antônio é mesmo destes lugares para se ver o dia passar, sem esperar que nada aconteça.

Aos finais de semana, a praça Praça Roldão da Rocha Pires recebe a Feira das Alfaias, onde é possível adquirir quadros de artistas da região, roupas e acessórios em crochê, além de itens de decoração e artesanato. A feira acontece sábados, domingos e feriados sempre à tarde e costuma se estender até o anoitecer.

Feira das Alfaias em Santo Antônio de Lisboa

Uma dose de história

A freguesia de Santo Antônio de Lisboa começou a se formar em 1698 quando as suas primeiras sesmarias foram distribuídas a algumas famílias portuguesas, como conta a plaquinha que está na praça central do bairro. Cinquenta anos depois, viriam os açorianos para ocupar essas terras. Antes de que os portugueses colocassem os pés por lá, as terras eram habitadas pelos guaranis.

Foi Dom João V que elevou o local à categoria de Freguesia, sob o nome de Nossa Senhora das Necessidades da Praia Comprida, em 1750 – nome que em 1948 foi alterado para Santo Antônio de Lisboa. Hoje, o distrito inclui também as localidades de Cacupé, Sambaqui e Barra de Sambaqui.

A post shared by Quase Nômade (@quasenomade) on

Uma das histórias mais curiosas sobre Santo Antônio de Lisboa é o fato de que o distrito recebeu a primeira rua calçada do estado de Santa Catarina na Praça Roldão da Rocha Pires. Na mesma época, a freguesia recebeu também a visita de ninguém menos do que Dom Pedro II. Para saber mais sobre essa história, recomendamos esse incrível apanhado feito pelo Cartório Silva.

Igreja de Nossa Senhora das Necessidades

Uma das atrações que chamam a atenção de quem visita o bairro, a Igreja de Nossa Senhora das Necessidades também é chamada por muitos de Igreja de Santo Antônio de Lisboa. Construída por volta de 1750 em terras doadas por Clara Manso de Avelar, filha de Manuel Manso de Avelar, considerado o segundo povoador do estado de Santa Catarina. A igreja foi tombada pela Prefeitura de Florianópolis e pelo Governo do Estado por ser “uma das mais belas expressões do barroco no sul do Brasil”.

E ela é mesmo a coisa mais fofa de ser ver, com aquele jeitinho de igreja do interior. ⛪

Igreja de Nossa Senhora das Necessidades - Florianópolis - SC

Onde comer e beber em Santo Antônio de Lisboa

Em Santo Antônio de Lisboa há muitos bares e restaurantes. A maioria deles abre próximo ao meio-dia e só fecha à noite. Abaixo, os melhores lugares que experimentamos.

Café da Praça – Fomos parar lá graças a uma dica certeira do Matraqueando. O café é daqueles lugares onde é quase impossível não se sentir em casa. Além de doces portugueses e outros que são brasileiríssimos, a casa também oferece sanduíches, saladas e alguns pratos. Eu optei pelo Santo de Casa, um sanduíche de frango com mostarda e mel acompanhado de uma salada enorme, que sai por R$ 31,70.

Pizzaria Confraria Santo Antônio – Outro achado feliz da nossa viagem. Além de pizzas tradicionais (com valores que começam em R$ 44), o restaurante também serve sabores próprios, batizados com nomes de pessoas que marcaram a história da freguesia de Santo Antônio de Lisboa, como Dom João V, Dom Pedro II, Roldão da Rocha Pires, entre outros.

Cervejaria Sambaqui – Cerveja artesanal em um ambiente xóven e descontraído. O barzinho em Santo Antônio fica em um terraço com vista para o mar. As cervejas são delícia, estão disponíveis em quatro variedades e saem por R$ 10 o copo de 500 ml. Uma das produções da cervejaria recebeu até um prêmio no 2º Concurso Brasileiro de Cervejas. Tem também petiscos como escondidinhos, quiches, linguiças e até ostras. 👀

Restaurante Chão Batido – Localizado na orla, esse bar e restaurante nos chamou a atenção não só pela qualidade da comida, como também pelo atendimento. Os garçons eram uns fofos! Recomendado não apenas para comer, mas também para tomar uma cervejinha no final do dia enquanto vê um pôr-do-sol maravilhoso. 🍻

Delícias do Mar (Sambaqui) – Caminhando pela orla até Sambaqui, é um dos primeiros restaurantes que você verá. Pode ter certeza de que o nome faz jus ao que você encontra no local: provamos um filé de peixe grelhado com pirão por R$ 80. O prato era para duas pessoas, mas a porção era tipo monstro e serviria muito bem três. Ah, para acompanhar tinha uma cachacinha artesanal por R$ 2. Óbvio que não deu pra resistir, né? 😉

Nota: os valores apresentados são referentes ao mês de abril de 2017 e podem sofrer alterações a qualquer momento.

Planeje sua viagem para Florianópolis

Os links abaixo pertencem a parceiros comerciais do blog e foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

✈️ Pesquise passagens aéreas com o Skyscanner

🏨 Reserve seu hotel com o Booking

🚗 Alugue um carro com a Rentcars

💉 Faça o seguro obrigatório com a Seguros Promo ⇒ use o código NOMADE5 e ganhe 5% de desconto

 

Depois de me formar em comunicação, passei um tempo morando na Argentina, Irlanda e na Romênia. Foi morando cada vez menos que esqueci o significado da palavra e hoje mantenho a capital gaúcha como sede dessa vida quase nômade.

Comenta aí, vai! :D

2 comments

  1. Regina Guedes

    Muito legal, Mari! Adoro Santo Antônio de Lisboa. Já fiquei numa pousada bem charmosa e com ótimo custo-benefício: Mar de Dentro. Um restaurante bem gostoso também e com preços camaradas é o Samburá. A FairyLand Cupcakes é uma boa pedida para quem gosta de um bolinho (muito bem-feito!). Beijos

    • Regininha, que bom receber teu comentário! <3 Adorei as dicas também, na próxima ida a Santo Antônio vou seguir as tuas sugestões. 🙂