Bares em Barcelona: o que conhecer nos dois principais bairros noturnos da cidade

Na primeira vez que fomos a Barcelona, preferimos delirar com  algumas canyas de cerveja artesanal ao invés de ver as obras de Gaudí. Por sorte, a cidade é cheia de brewpubs ótimos que desvendamos (e degustamos) com muita vontade – e anotamos as dicas para caso um dia voltássemos.

Esse dia chegou! 🙂

O que não dava para imaginar é que voltaríamos à cidade em uma semana muito atípica, com três feriados e um dia dedicado às eleições… Então quando chegávamos nos bares que queríamos visitar, sempre nos deparávamos com a cara na porta. Mas é aquela história: quando a vida te der um limão, faça uma caipirinha com tudo o que tem direito. Foi assim que aproveitamos a oportunidade para conhecer novos lugares, pertinho de onde ficamos, no bairro de Gràcia.

∴ Pesquise hospedagens em Gràcia ∴

Bares em Barcelona: Gràcia

Raspall

Estávamos tentando ir no La Gata Mala, um bar que foi indicado pelo nosso anfitrião do Airbnb (mas estava lotado), quando descobrimos por acaso o Raspall. Entramos ali para tomar uma taça de vinho enquanto pensávamos no que fazer até que nos deparamos com uma promoção que apelou pro nosso orçamento enxuto de viajantes: € 11,50 (R$ 45) por uma garrafa de vinho e cinco tapas.

bares em gràcia barcelona

Nos rendemos. Fizemos o pedido na hora e não demorou para que estivéssemos provando pintxos de churrasquinhos e cogumelos, nachos com queijo, um tabule e trufas de chocolate de sobremesa. O legal é que, além de barato, o bar ainda tem um clima super bacana – e o que era para ser uma taça de vinho se tornou uma garrafa inteira.

Endereço: Carrer Samsó, 8

∴ Ganhe R$ 100 de desconto em sua primeira hospedagem no Airbnb ∴

El Resolís

Um bar cheio de história e ativismo político (e independentista). Lugar ideal para irmos na noite anterior das eleições na Catalunha. Gestionado por uma cooperativa gastronômica e ligado à CUP, um partido de esquerda da região, o bar ironicamente já foi sede da extrema direita catalã durante a ditadura.

Se a sua vibe for um bar arrumadinho, é bom passar longe daqui. Em compensação, o bar é um prato cheio para interessados em política. Além disso, a comida é preparada com ingredientes adquiridos em sua maioria nos mercados do bairro. [P.S.: Evite falar espanhol depois de passar pela porta ;)]

Endereço: Tordera, 28

bares de barcelona

Gato Negro

Outro bar que achamos caminhando meio que por acaso pelas ruas de Barcelona. Chegamos com fome e fomos logo pedindo alguma coisa para comer. Os bocadillos (sanduíches grandes) saem por € 3,90 (R$ 15)- mesmo preço dos crepes. Em compensação, as tapas são mais baratinhas e ficam em € 2,90 (R$ 11). Para acompanhar, a dica é pedir uma taça de vinho por € 1,80 (R$ 7) que vale mais do que garrafas que custariam quase três dígitos no Brasil. Dizem por aí que os drinks são o destaque da casa, mas confesso que não provamos nenhum.

Endereço: Carrer de Sant Lluís, 47

bares em barcelona

Bares no bairro Gótico de Barcelona

Da última vez que estivemos em Barcelona (lá em 2015), ficamos hospedados ao lado do bairro Gótico e, portanto, exploramos mais essa área. Como a região é MUITO turística, aproveitamos para compartilhar dois achados de bares fora do circuito que visitamos naquela época e que continuam abertos.

Cat Bar

Cat Bar foi uma indicação do Ezequiel, um garçom argentino que trabalhava no ótimo Mingus Bar (que, infelizmente, fechou as portas). Antes de que pudéssemos sair para procurar o endereço, parece ter sido o bar quem nos procurou. Um dia, quando estávamos voltando para casa, ele apareceu magicamente na nossa frente – o que nos obrigou a parar para tomar mais duas saideiras.

O bar é bem pequeno e frequentado por um público mais local. Na primeira vez que fomos, tinha até um pessoal tocando algumas músicas catalãs numa mesinha. Não há muitas opções de cervejas, mas elas variam sempre, o que ajuda a manter uma diversidade legal. Bônus: o bar é vegano. 🌿

Endereço: Carrer de la Bòria, 17

Bar Jardí

Um gostoso jardim secreto escondido em meio a uma galeria de lojas, o Jardí tem um clima muito gostoso. É um bom lugar tanto para uma cerveja quanto para um café, já que ele funciona realmente em uma espécie de jardim nos fundos da construção (é preciso passar pelas bancas e subir uma escadinha até chegar a ele).

Endereço: Carrer de la Portaferrissa, 17

bares no bairro gótico

Nota: Os valores e a conversão apresentados são referentes ao mês de dezembro de 2017 e podem sofrer alterações a qualquer momento.


Planeje sua viagem

Os links abaixo pertencem a parceiros comerciais do blog e foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

✈️ Viaje com a KLM

🏨 Reserve seu hotel com o Booking

🚗 Alugue um carro com a Rentcars

💉 Faça o seguro viagem com a Seguros Promo ⇒ use o código NOMADE5 e ganhe 5% de desconto


⇒ O que fazer em Girona e por que a cidade merece mais do que um bate e volta

⇒ A Frankfurt de Goethe: nos passos do escritor ontem e hoje

⇒ 19 dicas e atrações em Dublin grátis para curtir a viagem com economia

⇒ Roteiro de viagem pela Europa com estimativa de gastos: Amsterdã, Londres + 5 cidades

⇒ Seguro viagem internacional: é seguro viajar sem um?

⇒ Como encontrar passagens baratas na Europa – ou como conhecemos Bruxelas de graça

Apaixonada por contar histórias, trabalha com conteúdo desde 2010. Depois de passar quase três anos morando no exterior, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje vive em Porto Alegre, onde nasceu, e não precisa mais pedir folga para viajar. Também escreve para os sites Hypeness e Quanto Custa Viajar.

Deixe seu comentário <3

*

1 comment

  1. Pingback: 4 coisas para fazer em Bilbao e curtir a cidade por menos de € 5