Como encontrar passagens baratas na Europa – ou como conhecemos Bruxelas de graça

Já aconteceu de você planejar uma viagem e ter que mudar parte do itinerário porque os preços das passagens estavam impraticáveis? Com a gente isso acontece sempre! Bate aquela tristezinha, a gente vira os mapas de cabeça para baixo e tenta reorganizar todos os planos de viagem da melhor maneira, mas nunca é a mesma coisa.  Com o tempo, desenvolvemos uma estratégia para encontrar passagens aéreas baratas na Europa que tem funcionado super bem para nós.

Você já deve ter ouvido que o tal do “Velho Continente” tem passagens aéreas muito-mega-hiper-bláster baratas, principalmente quando comparamos com os preços dos voos aqui no Brasil. E é verdade! O problema é que, em alguns casos, os voos entre dois destinos acabam saindo inexplicavelmente caros – geralmente quando a viagem inclui algum país do Leste Europeu.

A gente já passou por esse problema algumas vezes: quando fomos de Dublin para Bucareste, ou quando precisamos voar de Budapeste para Porto. O último dilema foi nossa viagem entre Praga e Dublin.

Já tínhamos marcado as datas da viagem linda e ingenuamente e reservado a nossa hospedagem nas duas cidades. Acontece que o preço das passagens entre elas não baixava de € 100 (cerca de R$ 385) para as datas que queríamos. Detalhe 1: o preço é só de ida. Detalhe 2: isso ia detonar o nosso orçamento de viagem.

Um dia a passagem caiu de preço numa ~super~ promoção: € 77 (R$ 297) e logo depois subiu para € 95 (R$ 366) antes mesmo que tivéssemos tempo de clicar em “comprar”. Tudo bem que esse valor não é nenhuma fortuna, mas a gente realmente queria gastar menos – e sabíamos que era possível.

Passagens baratas na Europa

Conexão: a solução para encontrar passagens baratas na Europa

Parece uma técnica bem idiota, mas funciona muito bem, obrigada. Nós percebemos que os voos para Bruxelas e Milão eram sempre os mais baratos. Lembrando que voo barato para nós é qualquer coisa abaixo dos € 30 (R$ 115). Foi assim que resolvemos usar essa informação para economizar em passagens pela Europa. * risada maligna *

No caso específico da nossa ida de Praga a Dublin, optamos por realizar uma parada em Bruxelas, que nos rendeu uma economia de € 63 (R$ 243) por pessoa. É a maior função? Pode crer que sim, mas tivemos a oportunidade de conhecer a cidade rapidinho – e preparamos até um roteiro de um dia para quem fizer o mesmo.

Como conhecemos Bruxelas de graça

Tudo começou como sempre começam nossas viagens, com uma pesquisa de passagens usando o Skyscanner, o melhor buscador de voos que a gente respeita. Os preços abaixo são com base nessa pesquisa e foram confirmados no site das companhias aéreas. Acompanha nosso cálculo.

Caso 1: comprando as passagens normalmente

Praga ➡️ Dublin = € 95 (R$ 366) pela RyanAir

[Dependendo da época, é possível comprar as mesmas passagens por € 33 – clica aqui para pesquisar quando viajar]

Caso 2: economia (e função) incluída

Praga ➡️  Bruxelas (Charleroi) = € 17 (R$ 65) pela RyanAir

Bruxelas (Charleroi) ➡️ Dublin = € 15 (R$ 58) pela RyanAir

Total = € 32 (R$ 123) 

Economia de € 63 (ou R$ 243) por pessoa 💸

Reservamos as duas passagens com dez horas de diferença entre os dois voos, evitando que um eventual atraso fizesse com que perdêssemos o segundo avião. Claro que é bom lembrar que o Aeroporto de Charleroi é bem longe do centro de Bruxelas e o ônibus que liga os dois pontos não é nada barato.

Resultado: se a intenção é ir até Bruxelas e passar o dia, a economia vai ser bem menor, mas ela ainda vai existir – e, de quebra, você conhece a Bélgica de graça. 🇧🇪

Como o ônibus de ida e volta da empresa Flibco que liga os dois pontos custa € 28 (R$ 108), a economia seria um pouco menor, mas você ganha ~de brinde~ uma visita a outra cidade. Nesse caso, sobram “só” € 35 (R$ 135) de diferença – dinheiro suficiente para curtir um dia na cidade. Comprando com bastante antecedência, dá para encontrar as passagens do ônibus por € 10 (R$ 38).

Aproveita e confere também nossas dicas de como economizar na hora de comprar passagens aéreas.

Nota: Texto publicado originalmente em agosto de 2016 e atualizado em novembro de 2017. 


Planeje sua viagem

Os links abaixo pertencem a parceiros comerciais do blog e foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

✈️ Pesquise passagens com o Skyscanner

🏨 Reserve seu hotel com o Booking

🚗 Alugue um carro com a Rentcars

💉 Faça o seguro viagem com a Seguros Promo ⇒ use o código NOMADE5 e ganhe 5% de desconto


⇒ Roteiro de 1 dia em Bruxelas: cervejas e uma caminhada pela Grand-Place

⇒ Como encontrar passagens aéreas baratas

⇒ Aeroporto de Charleroi: como ir a Bruxelas e deixas as malas no aeroporto

⇒ Seguro viagem internacional: é seguro viajar sem um?

⇒ 5 maneiras de encontrar hospedagem grátis em sua próxima viagem

Apaixonada por contar histórias, trabalha com conteúdo desde 2010. Depois de passar quase três anos morando no exterior, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje vive em Porto Alegre, onde nasceu, e não precisa mais pedir folga para viajar. Também escreve para os sites Hypeness e Quanto Custa Viajar.

Deixe seu comentário <3

*