carta verde

Como tirar a Carta Verde para viajar de carro pelo Mercosul

Quem vai viajar de carro para países do Mercosul sabe que tem que tirar a Carta Verde – ou pelo menos deveria saber. O seguro é obrigatório para quem viaja para a Argentina, Uruguai e Paraguai com um veículo de outro país, e tem como objetivo proteger terceiros afetados por acidentes de trânsito. Parece simples (e é), mas na hora de fazer a papelada muita gente fica na dúvida e não sabe por onde começar.

Para facilitar a vida desse povo, nós fizemos esse post recheado de dicas para tirar a Carta Verde antes de encarar a viagem. 🚗

Como tirar a Carta Verde

A melhor forma de fazer a Carta Verde é falar diretamente com a sua seguradora – no nosso caso, fizemos com a Azul Seguros. Nós ligamos para o corretor que tinha feito o seguro do carro e combinamos uma passadinha no escritório da seguradora para acertar tudo. Bastou levar os documentos do carro e do motorista e tudo ficou pronto em menos de 10 minutos.

A cara de felicidade de quem tá com a Carta Verde em mãos

Saí da seguradora já com a Carta Verde e com um boleto para pagamento do seguro (até porque ele só vale depois de pago, né?). Me aconselharam a levar não apenas a Carta durante a viagem, mas também o comprovante de pagamento do boleto. Assim você tem como provar até para os policiais mais chatos que tá tudo certinho com o veículo e não corre o risco de passar perrengue na estrada.

Na seguradora, ainda descobrimos que tínhamos direito à extensão do seguro do carro grátis dentro do Uruguai (país por onde estávamos viajando). Ou seja, super valeu a pena a visita. Outro ponto legal é que as seguradoras costumam fazer a Carta Verde tanto para segurados quanto para não segurados e algumas delas também permitem que você solicite a entrega do documento em casa e sem custos. Simples assim. 😀

Também é possível tirar a Carta Verde em agências bancárias ou na fronteira mesmo. Mesmo assim, uma vez tentamos fazer o seguro em cima da hora no banco e não tinha o formulário em lugar nenhum – tivemos que rodar a cidade em mil agências para resolver a pendenga. Por causa dessa experiência, eu também não deixaria para resolver isso na chegada à fronteira, até porque fica mais difícil de saber se o lugar que oferece a Carta Verde é confiável ou não.

Como tirar a Carta Verde

Viajando de carro você ainda vê umas paisagens assim <3

Quanto custa a Carta Verde

O valor que você vai pagar na Carta Verde vai depender de quantos dias ficará viajando. Alguns valores (para 3, 5, 10 ou 30 dias) são tabelados e não variam. Em compensação, se você for ficar 15 dias, por exemplo, o valor irá depender da cotação do dia.

Parece meio confuso, mas você sempre pode se guiar por valores próximos: ou seja, a Carta Verde para 15 dias de viagem provavelmente vai sair mais cara que o preço tabelado para 10 dias e mais barata que o preço tabelado para 30 dias – embora em alguns casos seja mais vantajoso fazer o documento para um número maior de dias, devido a essa variação nos valores.

Confira os valores tabelados abaixo:
3 dias: R$ 48,00
5 dias: R$ 69,00
10 dias: R$ 112,00
30 dias: R$ 216,00

(+ valores aqui)

O que a Carta Verde cobre 

Como a gente disse lá em cima, a Carta Verde é um seguro obrigatório com cobertura sobre danos causados a terceiros em países do Mercosul. Ou seja, ele não cobre problemas que você possa ter no carro ou danos sofridos por você ou outros passageiros no veículo. Nesse caso, é bom contar com um seguro estendido, oferecido por diversas seguradoras brasileiras (dica: converse com a sua antes de colocar o pé na estrada).

Em compensação, o seguro obrigatório da Carta Verde cobre danos materiais ou corporais a terceiros ocasionados por um acidente envolvendo o veículo segurado, os objetos dentro dele ou o reboque (caso informado no documento), além do pagamento dos honorários do advogado de defesa do segurado e custas judiciais. Para isso funcionar, é bom lembrar que o seguro só vale para problemas causados fora do país de emplacamento do veículo.

A cobertura é de até US$ 40 mil por pessoa para danos corporais ou US$ 20 mil para danos materiais. O limite, caso haja mais de uma reclamação sobre o mesmo acidente, fica em US$ 200 mil para danos corporais e US$ 40 mil para danos materiais. Além disso, os custos judiciais ficam sujeitos a um pagamento de até 50% do valor oferecido aos segurados. (+ informações aqui)

Fazer a Carta Verde para viajar pela Argentina, Uruguai ou Paraguai

Com alguma sorte, você vai encontrar um companheiro de estrada parecido com o nosso. 😀

Cruzando a fronteira com um carro que não é seu

Enquanto estávamos decidindo os detalhes da viagem, alguns amigos que vão sempre para o Uruguai aproveitaram para compartilhar umas dicas com a gente. Foi quando ficamos sabendo que, caso você viaje com um carro que não é seu, precisa emitir uma permissão assinada pelo dono do veículo, com carimbo e liberação do Consulado-Geral de Brasília.

Confesso que não sei bem como funciona. Mas, nesse caso, vale a pena se programar com mais antecedência. Se o dono do carro estiver viajando junto, mesmo que apenas como passageiro, não é preciso fazer a autorização. 😉

Outra opção para quem não tem carro próprio, é alugar um veículo para fazer esse trajeto. O aluguel de uma semana para o veículo mais barato oferecido pela Rentcars em Porto Alegre sai por R$ 357, por exemplo. Quem prefere alugar o automóvel diretamente em Montevideo irá pagar bem mais caro, com valores começando em R$ 842 (referente a janeiro/2017).

Nota: os valores apresentados foram atualizados em janeiro de 2017 e podem sofrer alterações a qualquer momento.


Planeje sua viagem

Os links abaixo pertencem a parceiros comerciais do blog e foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

✈️ Voe com a Latam ou viaje com a Avianca

🏨 Reserve seu hotel com o Booking

🚗 Alugue um carro com a Rentcars

💉 Faça o seguro saúde com a Seguros Promo ⇒ use o código NOMADE5 e ganhe 5% de desconto


Todos os nossos posts sobre o Uruguai

Roteiro de uma semana por Buenos Aires

De Porto Alegre a Montevideo de carro: dicas para quem vai

Todos os nossos posts sobre a Argentina

Casapueblo: uma homenagem ao pôr-do-sol em Punta Ballena

Seguro viagem internacional: é seguro viajar sem um?

 

Apaixonada por contar histórias, trabalha com conteúdo desde 2010. Depois de passar quase três anos morando no exterior, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje vive em Porto Alegre, onde nasceu, e não precisa mais pedir folga para viajar. Também escreve para os sites Hypeness e Quanto Custa Viajar.

Deixe seu comentário <3

*

24 comments

  1. Joyce

    Olá boa tarde, mas se o carro estiver alienado por uma financeira, precisa de algum documento da mesma?

    • Oi Joyce. Nesse caso não saberia te dizer como funciona, mas provavelmente um documento da financeira que comprove isso seja necessário sim.

    • Leonardo Saucedo

      Informamos que os documentos necessários para viagem de carro ao Uruguai são os seguintes:

      Seguro carta verde, que pode ser solicitado a um corretor de seguros.

      Caso o automóvel estiver em nome de terceiros ou alienado pelo sistema de leasing, deverá ser providenciado uma autorização (não serve uma procuração ampla) onde conste os dados do proprietário e do autorizado (nome, identidade, c.n.h.) e do carro (marca, modelo, placa e chassis). Essa autorização deverá ter assinatura reconhecida em cartório e ser legalizada neste Consulado. O custo da legalização é de R$ 108,00 (pagamento somente em dinheiro no Banco Santander, próximo ao Consulado) e estaria pronta em 24 horas.

      Para as pessoas que viajam: carteira de identidade civil (em bom estado de conservação e com a foto correspondendo a fisionomia do titular) ou passaporte válido, mesmo para menores de idade acompanhados de ambos pais.

      Para menores que viajam com somente um dos pais, deverá ser providenciada uma autorização do pai ou mãe que não viaja, com firma reconhecida em cartório.

      (Cfe e-mail do Cons. Dist. UY en Porto Alegre <cdportoalegre@mrree.gub.uy)

  2. Agildo

    Boa noite, bela historia e bela viagem!

    Estou de partida para o Uruguai segunda dia 21 agora, porém aqui em SP nenhuma seguradora faz o seguro carta verde pra nosso fusca 1980. Então na fronteira do Brasil e Uruguai eu consigo fazer tranquilamente a carta verde? O que me dizem?

    Vi alguns relatos em blogs como o seu de um casal que foi de fusca e conseguiu fazer na fronteira do Paraguay.

    • Oi Agildo… Infelizmente vou ficar te devendo essa informação. Se as seguradoras não topam, você também pode tentar fazer a carta verde diretamente nos bancos, sabia? O Banco do Brasil emite o documento, por exemplo. Quem sabe lá eles não conseguem resolver isso? Pois sempre é melhor já sair com o seguro pronto, já que fazer a carta na fronteira pode demorar um pouco mais e atrasar sua viagem. 😉

  3. Marcelo

    Olá! Uma dica quanto às dúvidas nas viagens é ligar para o consulado do país que irão visitar. Eles dão as orientações, inclusive sobre a carta verde.

  4. Filipe

    Como funciona a carta verde para carros alugados? É permitido pelas locadoras de Porto Alegre ir até o Uruguai com seus carros alugados? Obrigado

    • Oi Filipe. Tudo bem? Você pode obter essas informações diretamente com a locadora de veículos. Em geral, não há nada que impeça você de cruzar a fronteira com o veículo, mas algumas empresas podem cobrar taxas extras para quem for sair do país.

  5. Thiago Ravanelli

    Olá, boa noite! Muito interessante o texto, parabéns! No final escreveu algo sobre ter a permissão do dono do veículo, sabe se tem a necessidade mesmo sendo filho e estando com todos os documentos possíveis? Obrigado.

    • Oi Thiago. A princípio existe a necessidade, sim. É possível que não lhe peçam nenhum documento, mas sugiro providenciar a permissão para evitar qualquer constrangimento.

  6. Ronaldo Guisoni

    Excelentes informações, muito uteis, certamente me livrarei de alguns problemas por ter lido este post. Obrigado pelas informações.

    • Fico feliz em saber, Ronaldo! Espero que sua viagem seja ótima! 🙂

  7. Daniel

    Boa noite,
    Estou vendo de alugar carro no Brasil para ir ate o uruguai, mas não acho nenhuma empresa que aceite o carro sair do país! Além disso não estou conseguindo resolver da carta verde pelo mesmo motivo, afinal não tenho o carro definido. Consegue me dar alguma ajuda em relação a este quesito?
    Obrigado

  8. Tem algum limite de permissão para ser obrigatório a carta verde? Ou somente atravensando a fronteira já precisa legalmente ter. Pergunto porque vou seguido a fronteira, as areas dos free shops e dou uma passeada ali por perto. Mas nunca paguei a Carta Verde. Alguém me falou que até 20km da fronteira não é necessário….Será mesmo?

    • Oi Diego, tudo bem? A informação que tenho é de que o seguro é obrigatório para cruzar a fronteira do país vizinho. Não encontrei nenhuma informação sobre essa permissão de 20 km da fronteira. Abraço!

  9. mario

    No se precisa carta verde…….se puede viajar solo con el seguro que da el IPVA. Viaje 7 veces ida y vuelta de Rio de Janeiro a Montevideo con carro brasilero de Rio de Janeiro. 7 veranos seguidos y nunca tuve ningun problema. Viaje con la titular del carro mi esposa brasilera.

  10. Eduardo Borges

    Olá, e para carro no nome de empresas? liguei para o consulado de Porto Alegre e o mesmo disse que apenas a autorização com os nomes dos condutores autenticada em cartório seria necessário, indaguei se era necessário levar até o consulado e o mesmo disse que não, alguém pode corroborar isso? Grato

    • Infelizmente não sei te ajudar com essa questão, Eduardo.

  11. Fernando Dotta

    Eu quero sair de passeio.a Montevideo y o carro está a nome de mi esposa q ela fallecio. Ainda não fiz o inventário. Posso sair com tudos os certidaos que tenho?

    • Oi Fernando. Sinceramente não sei te responder, pois é um caso bastante específico. Recomendo consultar as autoridades uruguaias a respeito. Boa sorte!

  12. Pingback: Tudo que você precisa saber para viajar pro litoral do Uruguai sem carro