Pousada em Morro de São Paulo: como é ficar no Bahia Inn

Quando acordamos o sol já estava alto. É assim na Bahia, onde amanhece sempre mais cedo – culpa da maior proximidade com a Linha do Equador. Estávamos no subsolo e o sol entrava assim mesmo pela janela que ligava o quarto a uma pequena área externa, decorada com uma mesinha azul. Seria o lugar perfeito para trabalharmos caso a chuva não nos afastasse dali durante quase todo o período. Na baixa temporada em Morro de São Paulo chove como em Macondo. A chuva era tanta que nos ofereceram até mesmo o empréstimo de um guarda-chuva durante nossa estadia.

Desligamos o ar condicionado do quarto e nos preparamos para o calor. Não interessa que estávamos em junho – o inverno também tira férias por lá. O primeiro exercício do dia era a subida dos três lances de escadas que nos ligavam ao terraço do Bahia Inn, a pousada em Morro de São Paulo em que ficamos hospedados. É lá que um café da manhã que exala brasilidade é servido diariamente.

Café da manhã do Bahia Inn: um caso de amor

Bolos caseiros, bolinho do estudante, pão de queijo, quiche, queijadinha, frutas da estação, iogurte natural, sucos, pães, queijos… Tudo ali servido nas duas mesas de café da manhã. Não havíamos visto o cartaz que avisa que tapiocas, omeletes e ovos mexidos também podem ser pedidos separadamente. Depois dos pratos servidos, uma das atendentes vem nos avisar de que a cozinha está à disposição para preparar as delícias, se quisermos (sem custo). Deixamos para o dia seguinte – e para os próximos.

Café da manhã da Pousada Bahia Inn em Morro de São Paulo

Café da manhã de hotel

Bolinho do estudante servido na Pousada Bahia Inn em Morro de São Paulo

Amoo bolinho do estudante <3

Todos os cafés da manhã no Bahia Inn eram assim. Essa foi a pousada em Morro de São Paulo que escolhemos para nossa hospedagem. O chá da tarde, também oferecido como cortesia aos hóspedes, era mais modesto. Um bolinho, café e chá servidos à beira da piscina, localizada na parte da frente da pousada. Se a piscina parece ser regra por esses lados e praticamente toda pousada tem a sua, o mesmo não pode ser dito do lanche da tarde, um mimo que agrada a quem chega cansado e com fome da praia. O horário parece ter sido escolhido justamente pensando nisso: ele é servido diariamente entre 17h e 18h.

Pousada em Morro de São Paulo

Pousada em Morro de São Paulo

Localizada na Terceira Praia, a pousada fica entre o agito da Segunda e a tranquilidade – e as piscinas naturais – da Quarta Praia. Assim são numeradas as belezas de Morro de São Paulo. Por não estar à beira-mar, mas sim na rua traseira, é preciso apenas caminhar por uma ruela lateral para acessar a areia. À noite e na baixa temporada, o movimento nestas ruas cessa, mas, garantem os locais, não há com o que se preocupar. Fomos e voltamos nos horários mais inusitados e não registramos nenhum problema. Apesar disso, eu não me arriscaria a andar por ali sozinha depois do anoitecer.

Hospedagem em Morro de SP

Havia também aqueles dias de preguiça, como depois de passarmos manhã e tarde na praia. Nesses casos, quando caía a noite, nos dedicávamos a ver um filme. A televisão do quarto, localizada bem em frente à cama, não era a melhor solução nesse sentido, pois contava apenas com canais abertos. O que surpreendeu mesmo foi a internet da pousada, em velocidade suficiente para que víssemos um filme sem interrupções usando nossa conta na Netflix – e que também permitiu que trabalhássemos durante toda a viagem sem nenhum inconveniente. Pode ser que a velocidade seja reflexo do baixo movimento da época mas, mesmo assim, nos surpreendeu positivamente.

Quarto da pousada Bahia Inn - Morro de São Paulo

Nosso quarto na chegada.

Banheiro da Pousada Bahia Inn em Morro de SP - Bahia

O quarto também vem “equipado” com um frigobar vazio, que pode ser usado para guardar itens consumidos na recepção do hotel ou comprados fora dele, em algum dos supermercados de Morro de São Paulo. Há ainda uma pequena estante com cabideiro para guardar as roupas – você não precisará levar muitas para a ilha. Embora o quarto receba limpeza diariamente, as toalhas são trocadas a cada dois dias – a média em Morro é trocá-las a cada três. A recepcionista que nos recebeu informou que, caso quiséssemos trocá-las em outro momento, não haveria problemas. Não foi preciso – e já falamos sobre nossa escolha de evitar trocas desnecessárias de toalhas aqui.

Vale a pena ficar no Bahia Inn?

Sim. Principalmente se você gosta de comer – o café é servido até as 10h, o que é perfeito para quem, como eu, gosta de acordar um pouco mais tarde enquanto viaja. 😂

Nós ficamos hospedados em um quarto no subsolo, o que a princípio levantou em mim um sinal de alerta, pois morro de medo de baratas e sei que elas adoram subsolos, rsrsrs. Mesmo assim, não encontrei nenhum destes horríveis seres durante a hospedagem. O único ponto negativo é, na minha opinião, a localização, pelos motivos que mencionei acima.

Nós não recebemos nenhum valor ou serviço em troca dessa postagem, que representa nossas opiniões sinceras sobre o estabelecimento. Mesmo assim, se você reservar a hospedagem usando nosso link do Booking, nós recebemos uma pequena porcentagem do valor – e o preço para você se mantém o mesmo! Ou seja, todo mundo sai ganhando! As diárias para duas pessoas custam a partir de R$ 168. 🙂

Dica para quem vai: peça para ficar em um dos quartos no térreo. Assim você não precisa subir ou descer escadas carregando sua bagagem. Há quartos nos quatro pisos da pousada: subsolo, térreo, segundo e terceiro piso (o mesmo em que é servido o café da manhã).

Nota: os valores apresentados são referentes ao mês de maio de 2017 e podem sofrer alterações a qualquer momento.


Planeje sua viagem

Os links abaixo pertencem a parceiros comerciais do blog e foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

✈️ Viaje com a Azul

🏨 Reserve seu hotel com o Booking

🚗 Alugue um carro com a Rentcars

💉 Faça o seguro viagem com a Seguros Promo ⇒ use o código NOMADE5 e ganhe 5% de desconto


Como é o catamarã de Salvador para Morro de São Paulo

⇒ Como encontrar passagens aéreas baratas para sua próxima viagem

⇒ 5 maneiras de encontrar hospedagem grátis enquanto viaja

⇒ É seguro viajar sem seguro?

⇒ Turismo sustentável: 13 atitudes que você pode tomar em qualquer viagem

Depois de me formar em comunicação, passei um tempo morando na Argentina, Irlanda e na Romênia. Foi morando cada vez menos que esqueci o significado da palavra e hoje mantenho a capital gaúcha como sede dessa vida quase nômade.

Queremos ouvir seu comentário!

2 comments

  1. iracemarhotel

    A Bahia é realmente maravilhosa.
    Mas o Guarujá, com suas praias também é um lugar que merece uma visita.
    Parabéns pelo blog.
    Um abraço.

    • Obrigada! Ainda esperamos conhecer o Guarujá em breve. 🙂