Onde ficar em Dublin: veja dicas de hospedagem dos blogueiros

Quem está com viagem marcada e busca dicas de onde ficar em Dublin, na Irlanda, veio ao lugar certo! Nós reunimos uma seleção de hotéis onde já nos hospedamos na cidade e também pedimos dicas de hospedagem a outros blogueiros de viagem.

Para saber mais detalhes sobre cada local, é só clicar sobre o nome do hotel e você será redirecionado para o site do Booking, nosso parceiro na reserva de hospedagens. É lá que você poderá ver valores atualizados, a localização exata e mais fotos das propriedades. Vem descobrir os melhores lugares para ficar por lá! 😉

Marilyn Mansion

Quando fomos morar em Dublin, em 2013, ainda não conhecíamos a cidade. Dessa forma, apesar de que nossa ideia fosse passar um ano lá, preferimos ficar os primeiros dias em um hotel até encontrar um apartamento para alugar – ainda não usávamos o Airbnb. Foi assim que conhecemos o Marilyn Mansion, um B&B um pouco afastado do centro da cidade, mas em uma área que se tornaria uma de nossas preferidas em Dublin: Rathgar, em Dublin 6.

Onde se hospedar em Dublin

Foto: Reprodução Booking

Alugamos um quarto com banheiro compartilhado por apenas € 20 por noite e ficamos apaixonados pelo lugar. Apesar de compartilhado, o banheiro era incrivelmente limpo. Os quartos eram enormes e tinham a roupa de cama mais fofinha do mundo (era inverno e não dava vontade de levantar de tão gostoso!). O atendimento era muito bom e, embora a rua fosse muito escura e um pouco deserta à noite, nós nos sentimos bastante seguros. Além de tudo, a casa estava a uma curta distância da parada de ônibus (de onde se chegava ao centro em 15 minutos) e de alguns mercadinhos. Hoje os preços não são mais tão baratos e as reservas para duas pessoas custam a partir de R$ 198 por noite.

Avondale Guesthouse

É um hotel beeeem simples, mas com localização perfeita para quem quer conhecer a cidade. É bem no centro e próximo da estação de ônibus, mas a rua não é muito agradável de caminhar à noite – fora isso, a localização não poderia ser melhor.

Reservamos um quarto para duas pessoas e recebemos um com quatro camas! Além disso, o quarto tinha facilidades para fazer chá e café – o que não é comum em hotéis dessa categoria. O banheiro era ótimo também e o café da manhã era perfeito: um irish breakfast completíssimo para começar o dia com tudo! Amamos essa parte. ♥

O único ponto negativo foi o fato de que o quarto tinha aquele cheirinho de que estava fechado há muito tempo… Mesmo assim, me hospedaria lá de novo sem dúvida, pois o lugar é perfeito para quem busca economia. Preços a partir de R$ 215 por noite.

Fotos: Reprodução

Blogueiros indicam onde se hospedar em Dublin

Abaixo, nós listamos algumas dicas de hospedagem em Dublin dos blogueiros da Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem (RBBV). Tem desde hostel baratex até um hotel cinco estrelas que é puro luxo! ⭐

Quando não informado pelo estabelecimento, os valores foram calculados com base em uma hospedagem para duas pessoas, pesquisada através do Booking.com para estadia em um dia de semana em abril de 2017. Todos os valores podem sofrer alterações a qualquer momento. Fazendo sua reserva nos links desta página, nós ganhamos uma pequena porcentagem para ajudar o Quase Nômade a se manter e você não paga nada a mais por isso. Ou seja, todo mundo sai ganhando. \o/

Confere só onde ficar em Dublin segundo outros blogueiros. ⤵️

Jurys Inn Dublin Parnell Street

Luciana Freitas, do Let’s Fly Away

Fiquei 4 dias em Dublin em 2015 e me hospedei no Jurys Inn Parnell Street. É um hotel de uma rede bastante popular na Irlanda. Um padrão 3 estrelas com quarto simples e confortável. Excelente café da manhã por preço justo. Achei a localização ótima, pertinho da O’Connell Street (uma das principais ruas da cidade) e próximo a um bom supermercado e centro comercial. Foi uma boa experiência se hospedar lá.

Andreza Trivillin, do Andreza Dica e Indica

Como estávamos viajando em um casal e uma criança era imprescindível que o hotel acomodasse a família toda e que fosse bem localizado para podermos sair a pé à noite para passear e jantar. Pesquisei e encontrei o hotel Jurys Inn Dublin Parnell Street (Moore Street Plaza, Parnell Street, D1). Os quartos acomodam até 4 pessoas. O nosso tinha uma cama de casal e uma de solteiro. O quarto era limpo e de ótimo tamanho. O único ponto de atenção é que não há cofre no quarto; somente na recepção, mas nós usamos e funcionou bem. O hotel conta com um restaurante, porém só tomamos o café da manhã por lá, que é servido no método buffet. Eles também servem jantar, mas a la carte. Bem perto do hotel existem restaurantes e um supermercado, o que facilita bastante a vida do viajante.“. A partir de € 75/noite (cerca de R$ 250).

Fotos © Andreza Trivillin

Generator Hostel

Isabela Bastos, do The Life of Isa

Foi sem sombra de dúvidas o melhor hostel que já me hospedei e a escolha de permanecer nele durante 30 dias foi super acertada! O hostel é enorme, fica fora do centrão, mas a poucos minutos do Temple Bar, colado na destilaria Jameson e com estação do LUAS na esquina. A área social é bem ampla! Todos os dias havia programação no bar do hostel mas isso não era motivo para ‘bagunça’, já que nos quartos não se ouvia o barulho. E, falando nos quartos, a limpeza era sempre impecável. O único ponto negativo é não haver cozinha disponível para os hóspedes, mas do outro lado da rua tem um mini mercado com lanches prontos que salva na hora da fome.“. A partir de € 11 (R$ 36) por cama em quartos compartilhados. Quartos privativos começam em € 57 (R$ 190).

Foto: Reprodução Booking

Radisson Blu Saint Helen’s

Cyntia Campos, do Fragata Surprise

Na capital irlandesa, fiquei em um hotel maravilhoso, instalado em uma mansão georgiana, com jardins belíssimos. É um cinco estrelas Radison Blu, mas o preço é pagável, ótima relação custo/benefício.“. Quartos a partir de € 87 (R$ 290).

Foto: Reprodução Booking

Tem mais alguma dica de hotel para se hospedar em Dublin? Envie para quasenomade@gmail.com.


Planeje sua viagem para Dublin

Os links abaixo pertencem a parceiros comerciais do blog e foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

✈️ Viaje com a KLM

🏨 Reserve seu hotel com o Booking

🚗 Alugue um carro com a Rentcars

💉 Faça o seguro obrigatório com a Seguros Promo ⇒ use o código NOMADE5 e ganhe 5% de desconto


Como é a visita à Guinness Storehouse, a fábrica da Guinness em Dublin

Os melhores bares para conhecer em Dublin

Como encerrar sua conta no Bank of Ireland estando no Brasil

Como usar o Transferwise para transferir dinheiro para o exterior

Seguro viagem internacional: é seguro viajar sem um?

 

Apaixonada por contar histórias, trabalha com conteúdo desde 2010. Depois de passar quase três anos morando no exterior, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje vive em Porto Alegre, onde nasceu, e não precisa mais pedir folga para viajar. Também escreve para os sites Hypeness e Quanto Custa Viajar.

Deixe seu comentário <3

*

9 comments

  1. também gostei muito do Generator, foi onde me hospedei em Dublin e voltaria com certeza, ótimas opções para todos os gostos!

  2. Matheus Crespo da Silva

    Só dica boa. Achei o último o Fragata lindíssimo, pena ser um pouco caro.
    Dublin deve ser uma cidade incrível, quando for planejar a viagem volto aqui pra conferir os hotéis novamente hehe

  3. Legal o post e os relatos! Achei bem em conta os preços e é bacana saber que ~alguém~ foi e gostou da hospedagem, haha. Boas opções!

    Beijos, Vickawaii

  4. Katarina Holanda

    Que legal, amo posts que reúnem várias opiniões assim, dá pra procurar algo próximo do nosso perfil. 🙂 Quero demais conhecer Dublin!

  5. Que legal esse post! Apesar de morar aqui eu não tenho experiência com hospedagens assim e não sei indicar nada, mas sempre ouço coisas muito boas sobre o Generator! Já fui lá uma vez quando uma amiga estava hospedada e curti bastante toda vibe do lugar.
    🙂

  6. Pingback: 19 dicas e atrações em Dublin grátis para curtir a viagem com economia