Onde se hospedar em Londres: blogueiros de viagem indicam as melhores regiões

Pisamos em solo londrino duas vezes. Na primeira delas, em 2013, passamos uma semana em Camden Town. Na mais recente, ano passado, nós decidimos ficar hospedados no East London – e conhecemos uma cidade bem diferente da que havíamos visto antes. Foi aí que sacamos a importância de saber onde se hospedar em Londres. Em uma cidade tão grande, a escolha não apenas da hospedagem, mas também do bairro certo pode influenciar muito na impressão que você terá da cidade.

Muita gente ama Camden Town e sempre que falávamos que ficaríamos no bairro podíamos perceber os olhinhos dos outros brilhando de amor. E Camden é mesmo um lugar bem bacana para estar, com feirinhas, hipsters e todo aquele imaginário cool londrino. Curtimos estar lá: era muito bem localizado, tudo pertinho, várias opções de coisas para fazer, mas teve algo que não bateu nessa relação. ¯\_(ツ)_/¯

Onde ficar em Londres - Inglaterra

Onde ficar em Londres: Bethnal Green

Quando viajamos para Londres pela segunda vez, escolhemos ficar em Bethnal Green, no East London, pela proximidade com a casa de alguns amigos que estávamos indo visitar. Chegamos lá sem pesquisar nada sobre o bairro, apenas pela facilidade de encontrar com eles. E não é que gostamos? 🙂

Os preços de hospedagem estavam muito baratos (ficamos num quarto caindo aos pedaços alugado pelo Airbnb, mas pagamos cerca de R$ 120 por dia) e a região tinha muitas opções de restaurantes com todos os tipos de comida. O bairro também é bastante alternativo, mas tem um estilo mais autêntico e menos hipster quando comparado com Camden Town, por exemplo. E, embora tenha imigrantes de todas as partes do mundo, é uma região menos turística, interessante para quem pretende ver um lado de Londres mais local.

Também estávamos próximo da estação de metrô Bethnal Green, o que facilitava o transporte a outras regiões. E, como não queríamos ficar visitando nenhum atrativo turístico, acabou sendo o lugar perfeito! ❤️

É possível encontrar diversas opções de hospedagem na região. Para quem busca economia, o City View Hotel tem quartos a partir de R$ 156; conforto com um preço amigável pode ser encontrado no The RE London Shoreditch, com preços a partir de R$ 246; e o Town Hall Hotel & Apartments parece feito sob medida para quem busca esbanjar um pouco, com preços que começam em R$ 567. Veja todos os hotéis disponíveis em Bethnal Green.

Curiosidade: uma das figuras lendárias do bairro foi Jack, o Estripador. Ele assassinava suas vítimas na região no final do século 19. Super bacana de caminhar pelas ruas escuras do bairro à noite pensando nele, né? #sqn 😛

Blogueiros indicam onde se hospedar em Londres

É claro que nós não somos os únicos a ter dicas sobre onde se hospedar em Londres. Para não ficar falando apenas de nossa experiência na cidade, decidimos também pedir que outros blogueiros fornecessem algumas dicas de onde ficar na cidade. Abaixo nós reproduzimos os relatos recebidos da Fernanda Prats, do Pratserie, e do Christian Gutierrez, do TurMundial.

Sussex Gardens

Dicas da Fernanda Prats, do Pratserie

Eu estive em Londres várias vezes e até morei lá por um tempo. Minha dica é a região de Sussex Gardens. Ali você encontra charmosos hoteizinhos com preços razoáveis para uma cidade cara, em país de moeda forte. A área é segura, arborizada e próxima a Paddington – hub com conexão direta ao aeroporto, trens para dentro e fora da Inglaterra, metrô e ônibus. O Stylotel é super limpo, tem decoração futurista e um delicioso café da manhã. The Mandalay Picton House é mais simples (e mais barato), gerenciado pelo dono de um restaurante birmanês – a comida é saborosíssima, vale a pena experimentar! Outra opção é o EasyHotel, perfeito pra quem quer economizar e só precisa do espaço para dormir.

Stylotel – a partir de R$ 315

The Mandalay Picton House – a partir de R$ 238

easyHotel Paddington – a partir de R$ 264

Em qual bairro ficar em Londres - Inglaterra

Camden Town

Dica de Christian Gutierrez, do TurMundial

Antes de ir para lá pesquisamos qual o melhor lugar para ficar na cidade, pois Londres é muito grande e os pontos turísticos ficam distantes um dos outros. Conversamos com uns amigos e vimos que as melhores opções eram ficar em Camden Town ou Piccadilly Circus. Decidimos ficar em Camden Town pois, além de ser um bom lugar, também era mais barato para se hospedar.

Em Camden Town, algumas opções de hospedagem são o Welby (R$ 285) e o Dillons (R$ 405). Próximo ao Piccadilly Circus, considere se hospedar no Covent Garden Guesthouse (R$ 322), no My Apartments Piccadilly Circus (R$ 531) ou no Citadines Trafalgar Square (R$ 630).

Onde se hospedar em Londres

Nota: Todos os valores apresentados acima foram estimados em maio de 2017 para uma noite de hospedagem para duas pessoas usando o Booking e/ou Trivago. Os locais sugeridos pela autora foram baseados em uma busca realizada na web selecionando acomodações para três perfis diferentes de viajantes (mochileiro, econômico e conforto) e não significam que já tenhamos testado qualquer um dos hotéis indicados, exceto quando explicitamente mencionado no texto. 


Planeje sua viagem para Londres

Os links abaixo pertencem a parceiros comerciais do blog e foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

✈️ Viaje com a KLM

🏨 Reserve seu hotel com o Booking

🚗 Alugue um carro com a Rentcars

💉 Faça o seguro viagem com a Seguros Promo ⇒ use o código NOMADE5 e ganhe 5% de desconto


5 maneiras de encontrar hospedagem grátis em sua próxima viagem

Onde curtir uma noite de jazz em Londres

3 lugares diferentes para comer bem (e barato!) em Londres

Como encontrar passagens aéreas baratas

Dica para economizar em passagens pela Europa

Apaixonada por contar histórias, trabalha com conteúdo desde 2010. Depois de viver na Argentina, Irlanda e Romênia, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje vive em Porto Alegre, onde nasceu, e não precisa mais pedir folga para viajar. Também trabalha como redatora para os sites Hypeness e Quanto Custa Viajar.

Deixe seu comentário <3

*