Roteiro pelas praias do Espírito Santo: de Serra a Aracruz

Esqueça Vitória, Vila Velha e Guarapari. Hoje nós vamos falar aqui sobre outras praias do Espírito Santo menos conhecidas – mas nem por isso menos interessantes – que tivemos a oportunidade de visitar durante o Pocando no ES, um encontro de blogueiros que acontece no estado, organizado pelo Deivson Santana e pela Nathana Santos do Capixaba na Estrada.

No roteiro, além de conhecer a Rota do Lagarto nas montanhas do Espírito Santo, tivemos tempo de aproveitar algumas das melhores praias capixabas. Nossa primeira parada nesse sentido foi na cidade de Serra, que, apesar do nome, fica no litoral. Vai entender essa lógica, né?

Jacaraípe, em Serra

Começamos o roteiro conhecendo a praia de Jacaraípe, em Serra. Para chegar até lá é preciso pegar a BR-101 e depois seguir pela ES-010, uma estrada que margeia todo o litoral da cidade. Jacaraípe é bastante frequentada pelos capixabas e ficou famosa pela prática de surf – rolam até campeonatos do esporte por lá.

Praias de Serra no Espírito Santo

O surf não é o único atrativo do balneário, considerado um dos mais antigos da cidade. Antes mesmo de colocarmos os pés na areia pudemos conhecer mais da história local, visitando uma vila de artistas que se formou a partir de uma única casa, construída à mão pelo artista Neusso Ribeiro. Depois de uma conversa inspiradora com o artista, foi a vez de conhecer a beira da praia.

Praias do Espírito Santo: Manguinhos

Ainda em Serra pudemos conhecer a charmosa praia de Manguinhos. Com um jeito rústico, ela é daqueles lugares que apaixonam logo na chegada. Para se ter uma ideia do clima bucólico, um jornal temático sobre o turismo no estado que recebemos durante o Pocando já avisa que foram os próprios moradores que pediram para que as ruas de Manguinhos não tivessem pavimentação. E assim foi feito!

A post shared by Quase Nômade (@quasenomade) on

Até hoje, o balneário preserva um jeitinho pé na areia que já se tornou característico. Com pedras espalhadas pela areia e um clima familiar, Manguinhos foi a minha praia preferida nesse roteiro. E olha que em 1957 a praia ainda era uma pequena vila de pescadores, acessível apenas por estrada de chão, como lembra o site da região.

Além de praias lindas, o balneário também tem um lugar para provar a gastronomia típica capixaba. Em um almoço oferecido pelo Espaço Maresia’s, pudemos provar um peroá frito, uma moqueca capixaba de badejo (e outra de banana), pirão, e muitas outras delícias do estado. Segundo David, o chef da casa, nos explicou, a diferença da moqueca capixaba para a baiana é que, no Espírito Santo, o prato não leva leite de coco nem dendê.

[Espia os detalhes do cardápio que eles prepararam especialmente para nós ⤵️]

 

Confesso que, eu vou negando as diferenças, disfarçando as evidências… e consigo amar as duas moquecas igualmente. Ê coração grande, hein? ♥

Para fazer a digestão, o espaço também conta com diversas redes que foram disputadas pelos blogueiros que participaram do evento. O Marcelo do Guia e Turismo fala sobre a história do restaurante nesse post aqui, ó!

Falésias de Nova Almeida

Se em Manguinhos a comida era o prato principal, em Nova Almeida, também no município de Serra, a “sobremesa” ficou por conta da Praia das Falésias – que, por sinal, estava quase vazia para que pudéssemos explorar tudinho sem ninguém nos incomodar. Ô, maravilha!

A post shared by Quase Nômade (@quasenomade) on

Apesar das Falésias serem lindas, uma das principais atrações do local é a Igreja dos Reis Magos, sobre a qual a Elaine conta mais nesse post completíssimo do Por Aí Dicas de Viagem. Não sou muito fã de igrejas, mas posso garantir que a vista do local é puro charme. Tanto é que, por algum tempo, parte da igreja foi usada como presídio. A tortura dos presos? Ficar olhando a vista através dessa janelinha aí embaixo – e ansiar ainda mais pela liberdade.

Roteiro pelas praias do Espírito Santo

Praias de Aracruz

De barriga cheia e alma renovada com tantas belezas, foi a vez de conhecermos as praias de Aracruz, onde fica Gramuté. Tivemos pouco tempo para visitar essa parte do litoral, mas aproveitamos cada minuto. Teve até quem encarou a água fria do mar para se refrescar durante o passeio. Se incluir a parada em seu roteiro pelas praias do Espírito Santo, é bom saber que não tem quiosques (nem banheiro) por lá!

Praias do Espírito Santo

Ainda em Aracruz, nós ficamos hospedados no Coqueiral Praia Hotel, localizado no Pontal do Piraqueaçu. Com quartos amplos, o hotel conta com piscina e tem entrada direto para o mar. Embora a parte dos quartos seja simples, a estrutura externa é muito agradável. Fomos até convidados a participar de um luau na beira da piscina em comemoração aos 30 anos da propriedade. Adivinha se não aconteceu um outro luau paralelo na praia depois que a festa terminou?

Teve direito a garrafa de cachaça (que eu AMO), muitas revelações, good vibes (e outras nem tanto) e até alguns convidados inesperados que só serviram para deixar as histórias da noite ainda mais memoráveis. Segundo boatos, rolou até assombração visitando a praia [Ops. Piada interna! 😉 ]

Passeio de escuna em Aracruz

Depois de umas duas horas de sono (quem disse que ~brogueru~ precisa dormir, meu povo?), foi a vez de encarar um passeio pelo rio Rio Piraque-Açu a bordo da Escuna Princesinha do Mar. O barco sai do Luiza Turismo (espia a localização no mapa abaixo).

Teve até parada para um mergulho no rio, mas confesso para vocês que fiquei no barco nessa hora. O passeio terminou com uma visita à Aldeia Piraque-Açu, uma aldeia temática que foi construída no local para servir de cenário para um filme – mas isso já é assunto para outro post!

Para finalizar, eu recomendo MUITO a leitura das dicas do Dudu Afora, um blogueiro querido que participou do Pocando no ES com a gente. Espia só o que ele escreveu sobre as belezas do litoral capixaba. 🏖️

Mapa do roteiro pelas praias do Espírito Santo

Todos os pontos citados no texto estão indicados no mapa abaixo. Vindo de Vitória, o mais indicado é seguir o roteiro no sentido sul > norte.

Nossa dica é alugar um carro para percorrer esse itinerário, pois o transporte entre as diferentes cidades pode dificultar os deslocamentos. No site do nosso parceiro RentCars, você pesquisa os melhores preços para aluguel de veículos em diversas cidades do mundo. Reservando através desse link, você não paga nada a mais por isso – e nós recebemos uma pequena porcentagem sobre sua reserva. 😉


Nota¹: Este post pode conter links para parceiros do blog, que foram inseridos espontaneamente pela autora. Reservando serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

Nota²: Durante o Pocando no ES recebemos como cortesia a hospedagem no Coqueiral Praia Hotel, bem como um almoço no Espaço Maresia’s, mas isso não afeta de nenhuma maneira as informações que divulgamos aqui. Nosso maior compromisso é com nossos leitores. Na imagem abaixo, você confere todos os parceiros dessa viagem. ⤵️


⇒ Hotel em Vila Velha: conheça o Champagnat Praia Hotel

⇒ Casa de Pedra em Serra e a maravilhosa história do artista que construiu sua casa à mão

⇒ Como ser um nômade digital e quanto custa esse estilo de vida

⇒ Rota do Lagarto e um roteiro inspirador pelas montanhas capixabas

⇒ Turismo sustentável: 13 atitudes que você pode tomar em qualquer viagem

Apaixonada por contar histórias, trabalha com conteúdo desde 2010. Depois de passar quase três anos morando no exterior, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje vive em Porto Alegre, onde nasceu, e não precisa mais pedir folga para viajar. Também escreve para os sites Hypeness e Quanto Custa Viajar.

Deixe seu comentário <3

*

2 comments

  1. Marcelo Ribeiro

    Lendo o post agora, deu uma saudade daqueles dias.
    Adoro o nosso litoral norte, pena que o tempo estava fechado.
    Obrigado por indicar o meu post. Abraço.

    • Imagina, Marcelo! Indiquei porque gostei bastante mesmo. 😊 E saudade é pouco para descrever o que sinto pelo Pocando, rsrsrs.