Sendo turista na Cidade do México: um roteiro básico das principais atrações

Viajar a turismo na Cidade do México é uma experiência para a vida. Uma das maiores cidades do mundo vai deixar você confuso com tantas opções de coisas para fazer, mas é claro que algumas delas são mais interessantes do que outras. Por isso, fizemos um roteirinho com os principais lugares que não podem ser deixados de lado em uma visita à cidade. Fazendo tudo na correria, é possível conhecer os principais pontos em 4 ou 5 dias, embora a capital mexicana mereça que você passe muito mais tempo por lá, desbravando cada cantinho! 😉

Turismo na Cidade do México: o que fazer

Passeio pelo Zócalo + Tour a pé

Um passeio guiado pelo centro da Cidade do México, que promete levar você a conhecer mais sobre a história do país, desde a chegada dos espanhóis a Tenochtitlán até os dias de hoje. Como não poderia deixar de ser, o tour também aborda muitas questões relacionadas à cultura pré-hispânica. E tudo isso de graça – ou quase! O pagamento do tour é feito no esquema “pague quanto vale”, em que você realiza uma contribuição espontânea ao final do passeio diretamente para o guia.

O tour é oferecido pela Estación México e acontece diariamente em espanhol e inglês com saídas às 11h em frente à Catedral, no Zócalo. Pelas dúvidas, pode ser interessante reservar o tour antes de aparecer por lá. Os mesmos operadores também oferecem um tour grátis por Coyoacán, com duração de 3 horas.

Catedral - Zócalo - Cidade do México

Teotihuacan

Umas das pirâmides mais famosas do país esperam por você a apenas 1 hora da Cidade do México. Ou seja, não tem desculpa para não ir. Para chegar lá você pode reservar um tour fechado com alguma agência de turismo ou mesmo seguir as instruções deste post para visitar a zona arqueológica por conta própria.

Teotihuacán - Cidade do México

Museu Frida Kahlo

Não adianta comprar camiseta e postal da Frida se você não dedicar umas horinhas para conhecer mais sobre a vida e a obra da artista, neste museu que está localizado na casa em que ela nasceu, viveu com o marido Diego Rivera, com quem foi casada duas vezes, e morreu. Aqui tem dicas completas para quem pretende fazer uma visita ao local.

Museu Frida Kahlo - Casa Azul - Turismo na Cidade do México

Museu de Antropologia

Pode parecer um programa super chato pensar em ir em um Museu de Antropologia. Mas pode acreditar: vale a pena mesmo. Além de ficar em meio a um parque super arborizado na cidade, o museu apresenta a história das diversas civilizações pré-hispânicas que passaram pelo México. A sala dos astecas (ou “mexicas”) é onde você irá encontrar a Pedra do Sol, que por muitos anos foi tida erroneamente como sendo o “calendário asteca” e é a coisa mais linda de se ver. <3

Outra sala imperdível é a dos maias, que conta mais sobre a história dessa cultura que a gente mal conhece e já considera tanto. Quem gosta de história vai ter que se policiar para não passar uma vida lá dentro, já que o museu é enorme e traz muitas coisas interessantes para ver sobre as diferentes culturas que viveram nestas terras.

Veja mais dicas de museus na Cidade do México

Roteiro na Cidade do México

Xochimilco

Tem gente que diz que Xochimilco é a “Veneza do México“. A gente caiu no papo e foi lá ver como era. O passeio é longo e leva cerca de duas horas para chegar se você for de ônibus, mas vale a pena para conhecer e fazer um passeio em trajinera (aqueles barquinhos amarelos com decorações festivas). A hora de passeio sai por 300 a 350 pesos (R$ 60 a R$ 72) mexicanos por barco e a gente conta como visitar Xochimilco aqui.

Cidade do México Turismo

Cidadela

Como geralmente a Cidade do México é o ponto de entrada e saída dos brasileiros que passam pelo país, uma boa dica pode ser fazer suas compras na própria cidade, alguns dias antes de embarcar para casa. Assim, você não precisa ficar carregando bagagem para todos os lados e pode voar nas low costs mexicanas sem medo, já que a maioria delas oferece limites baixos para o peso da bagagem transportada.

Nesse caso, a Cidadela é um ótimo lugar para comprar artesanato local: tem caveirinhas, copinhos para mezcal, papel picado, bijuterias locais, canecas e praticamente tudo o que você imaginar quando se trata de artesanato. Os preços também são bastante convidativos, mas é importante buscar um pouco, já que podem variar bastante de uma barraca para a outra.

Fomos em uma segunda-feira achando que a Cidadela estaria lotada e encontramos o lugar bem vazio, por sorte. Dica: só não vale a pena fazer as compras por lá se você for passar por Oaxaca, onde o artesanato é muito mais bonito e os valores são similares.

Cidade do México Viagem

Onde ficar na Cidade do México

Já dá para saber que nós amamos a Colonia Roma, né? O bairro foi nossa casa nas três vezes em que passamos pela Cidade do México e certamente voltaríamos novamente para a vizinhança, que é tipo sexy sem ser vulgar. É estilo aquele bairro cool de jovens profissionais e estudantes universitários que toda cidade grande tem. <3

São tantas as opções de bares, restaurantes e eventos culturais dentro da própria Colonia, que fica difícil não se apaixonar. Nossa opção de hospedagem foi através do Airbnb, em três apartamentos distintos, mas sempre no perímetro do bairro.

Turismo na Cidade do México

Outras opções de bairros para quem busca se hospedar na cidade são Condessa (um pouco mais requintado do que Roma), Polanco (simplesmente a cara do luxo!) e o Zócalo (próximo de tudo e perfeito para quem prefere curtir a cidade durante o dia).

Voando para o México

Várias companhias oferecem voos diários entre o Brasil e o México. Nossa opção foi voar com a Copa Airlines e, apesar de o site e o processo de compra serem bem estranhos, a viagem foi ótima. As passagens de ida e volta, com saída de Porto Alegre e uma escala no Panamá, saíram por R$ 1.700, incluindo as taxas – e a Copa oferece ainda a possibilidade de stop over gratuito no Panamá, se solicitado antes da conclusão da compra.

Nota: os valores apresentados e a conversão mostrada são referentes aos meses de janeiro e fevereiro de 2016 e podem sofrer alterações a qualquer momento. 


Planeje sua viagem

Os links abaixo pertencem a parceiros comerciais do blog e foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

✈️ Viaje com a Latam

🏨 Reserve seu hotel com o Booking

🚗 Alugue um carro com a Rentcars

💉 Faça o seguro viagem com a Seguros Promo ⇒ use o código NOMADE5 e ganhe 5% de desconto


⇒ Roteiro completo de viagem pelo México com estimativa de gastos

Como conhecer as pirâmides de Teotihuacan

⇒ Coisas que todo viajante deveria saber antes de ir para o México

⇒ Viajando pelo México: qual meio de transporte escolher para cada trajeto

⇒ Um passeio pelo Museu Frida Kahlo na Cidade do México

⇒ Como curtir a Cidade do México quase de graça

⇒ Fomos conhecer Xochimilco, a tal “Veneza do México”

Apaixonada por contar histórias, trabalha com conteúdo desde 2010. Depois de passar quase três anos morando no exterior, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje vive em Porto Alegre, onde nasceu, e não precisa mais pedir folga para viajar. Também escreve para os sites Hypeness e Quanto Custa Viajar.

Deixe seu comentário <3

*

3 comments

  1. Iolanda Rodrigues

    Estou adorando as dicas, vou ficar 8 dias na cidade do Mexico, quero pegar as festividades do dia dos mortos. vou de 26.10 á 03.11, alguma dica?

    • Oi Iolanda, que máximo! Aproveite muito a festividade de Dia dos Mortos. Infelizmente não conseguimos estar na cidade nesse período, mas deve ser incrível!

  2. Pingback: Roteiro de viagem para o México completo e com estimativa de gastos