Transporte no México: é melhor viajar de ônibus, avião ou carro alugado?

Fazer uma viagem pelo México pode ser um perrengue danado. O problema é o tamanho do país que faz com que as distâncias entre duas cidades sejam longas (e algumas vezes perigosas). Além disso, o país não conta com uma rede de trens de passageiros. Ou seja: ou você voa entre um destino e outro, ou mofa num ônibus ou encara uma road trip pelo país.

Durante o nosso roteiro de quase três meses pelo México, visitamos diversas cidades e o avião foi o meio de transporte escolhido para a maioria dos trajetos. Mesmo assim, listamos aqui quando vale a pena encarar um ônibus ou carro durante uma viagem pelo México.

Transporte no México: como escolher

Viajando de ônibus

A maneira mais barata de viajar pelo México costuma ser comprando passagens de ônibus com uma boa antecedência. Algumas companhias chegam a oferecer 50% de desconto para passagens compradas antecipadamente, o que faz com que os custos do trajeto caiam pela metade.

Através da companhia ADO, por exemplo, uma passagem da Cidade do México a Playa del Carmem pode sair por 982 pesos mexicanos (R$ 190) se comprada com 1 mês de adiantamento ou por 1.786 pesos (R$ 345), se comprada na hora. A parte ruim é que o site da ADO não aceita compras realizadas com cartões de crédito estrangeiros, então você vai precisar comprar a sua quando chegar no destino… 🙁

A melhor saída é pesquisar online e fazer a compra de todas as passagens no início da viagem ou assim que definir o roteiro. A maioria das companhias oferece um bom serviço, com ônibus novos e até filmes a bordo (o que também pode ser bem chato, caso você pretenda tirar um cochilo durante a viagem).

 

Fotinho via

Fotinho via

Quando vale a pena?

Prefira viajar pelo México de ônibus apenas quando os trajetos forem mais curtos ou dentro do mesmo estado. Da Cidade do México a Puebla, o veículo é uma ótima opção. Outros destinos fáceis de chegar de ônibus são Oaxaca e Querétaro. Pode ser uma boa pedida também para quem topa abrir mão do conforto em troca de economia a qualquer custo.

⇒ Pesquise passagens de ônibus em:

MiEscape

ClickBus

Viagem pelo México de avião

Algumas vezes pode sair mais barato fazer a viagem de avião do que de ônibus, principalmente se a compra for feita muito próximo do dia da viagem. As principais companhias aéreas que operam no país são Viva Aerobus, Volaris, Interjet e Aeroméxico. As duas primeiras são empresas low cost que oferecem preços muito bons e foram nosso principal meio de transporte durante a viagem.

Se optar por elas, não espere nada de lanche durante o voo e fique atento aos limites de bagagem de cada passagem. A Viva tem ótimas promoções, sendo que algumas chegam a oferecer voos por apenas 1 peso mexicano + taxas. Durante o processo de compra também é importante ficar de olho, pois os sites das duas companhias costumam “adicionar” extras automaticamente à sua passagem e é preciso ficar retirando os itens um por um.

Aeroporto de Puerto Escondido, México

O mini Aeroporto de Puerto Escondido

Para a Viva Aerobus, os limites de bagagem das passagens mais baratas costumam ser de apenas 10 kg para bagagem de mão, sem direito a despachar. No caso da Volaris, é possível levar duas peças de bagagem de mão pequenas (itens pessoais), além de uma mala despachada de 25 kg. Outra companhia que algumas vezes oferece preços competitivos é a Interjet. Não chegamos a voar com ela, mas ouvimos falar muito bem.

Quando vale a pena?

Financeiramente pode não ser a melhor escolha, mas viajar de avião pelo México é muito mais confortável do que encarar as longas viagens em ônibus. Prefira esse meio de transporte quando for realizar viagens que demorariam mais de oito horas na estrada, por exemplo. Da Cidade do México a Cancún ou a Chiapas o avião pode ser uma ótima escolha.

⇒ Pesquise passagens aéreas em:

Skyscanner

Viajanet

Viajar de carro pelo México

Confesso que não experimentamos essa opção de transporte durante nossa viagem. Mesmo assim, pode ser uma boa alternativa para quem pretende fazer paradas em cidades menores, que não dispõem de aeroportos. Da Cidade do México até Cancún são cerca de 20 horas de viagem em carro, mas há muitos lugares interessantes para conhecer no caminho.

Qual transporte escolher no México?

Na hora de escolher, tenha em mente que a maioria das companhias aéreas não opera rotas entre cidades “menores” ou cobra um preço altíssimo por isso. Muitas vezes, a melhor opção é voar de onde você está até a Cidade do México e depois pegar um novo avião para o destino escolhido – o que, além de cansativo, acaba saindo mais caro. A exceção costuma ser para outras cidades hub, como Monterrey, Guadalajara e Cancún.

Caso tenha que fazer essa passagem pela Cidade do México ou vá para uma cidade que não tem aeroporto próprio, pode ser mais vantajoso optar por uma viagem de ônibus ou de carro, mesmo para longas distâncias.

Nota: os valores e o câmbio apresentados são referentes ao mês de abril de 2016 e podem sofrer alterações a qualquer momento.


Planeje sua viagem

Os links abaixo pertencem a parceiros comerciais do blog e foram inseridos espontaneamente pela autora. Ao reservar serviços através destes links, você ajuda o Quase Nômade a se manter em funcionamento, recebe nossa gratidão eterna e não paga nada a mais por isso! ♥

✈️ Viaje com a Latam

🏨 Reserve seu hotel com o Booking

🚗 Alugue um carro com a Rentcars

💉 Faça o seguro viagem com a Seguros Promo ⇒ use o código NOMADE5 e ganhe 5% de desconto


⇒ Roteiro completo de viagem pelo México com estimativa de gastos

Como conhecer as pirâmides de Teotihuacan por conta própria

⇒ Coisas que todo viajante deveria saber antes de ir para o México

⇒ Viajando pelo México: qual meio de transporte escolher para cada trajeto

⇒ Este roteiro inclui todas as principais atrações da Cidade do México

⇒ Um passeio pelo Museu Frida Kahlo na Cidade do México

Apaixonada por contar histórias, trabalha com conteúdo desde 2010. Depois de passar quase três anos morando no exterior, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje vive em Porto Alegre, onde nasceu, e não precisa mais pedir folga para viajar. Também escreve para os sites Hypeness e Quanto Custa Viajar.

Deixe seu comentário <3

*